Perda auditiva

A perda auditiva induzida por ruído (PAIR) é a diminuição gradual da capacidade de ouvir após uma longa exposição a ruídos intensos sem a devida proteção. Esta perda auditiva é irreversível e permanente, sua instalação é lenta e progressiva, tendendo a uma estabilidade, se não houver nenhuma outra intercorrência.

Existem alguns fatores que podem aumentar o risco da PAIR, são eles:

• intensidade do ruído
• tempo de exposição
• vibrações simultâneas ao ruído
• fatores genéticos
• susceptibilidade individual
• exposição a agentes químicos
• exposição extra-ocupacional (uso constante de fones de ouvido, música em fortes intensidades, entre outros)

A PAIR na maioria dos casos não ocasiona a incapacidade para o trabalho,(Ministério da Previdência e Assistência Social. Norma Técnica para avaliação da Incapacidade - PAIR, de 5 de agosto de 1998. Aprova Norma Técnica sobre perda auditiva neurossensorial por exposição continuada a níveis elevados de pressão sonora. Ordem de serviço INSS/ DSS n.o 608, Brasília (DF); 1998).

Para que se evite danos auditivos relacionados à exposição a ruídos intensos, se faz necessário o uso do protetor auricular, durante toda a jornada de trabalho, e é fundamental também a realização dos exames audiométricos periódicos (semestral ou anualmente) para o acompanhamento da audição.

Fga. MS. Simone Andrijauskas CRFa. 8937-SP

Voltar